<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d3391172519711094683\x26blogName\x3dBlog+de+Moda+-+Cat%C3%B3lica+de+Santa+Cata...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://alemderoupas.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alemderoupas.blogspot.com/\x26vt\x3d-578846322092186360', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Cavalera
terça-feira, 12 de abril de 2011

Postado por: Marília Almeida e Deborah Lia Nicoluzzi.

A Cavalera foi criada, em 1995, pelo comerciante do Brás Alberto Hiar – também conhecido por “Turco Loco” – juntamente com o, na época, baterista da banda Sepultura, Igor Cavalera. Atualmente Igor deixou os negócios, inclusive a banda, porém mantém sua contribuição para o repertório dos desfiles da marca que leva seu sobrenome.
A vida urbana de São Paulo é a maior inspiração para as coleções que já contaram com estilistas como André Lima, Thais Losso, estilistas da Cooperativa da Kombi, Catarina Gushiken e outros não menos importantes.  Os desfiles são destacados por locais (margens do Rio Pinheiros, no Museu do Ipiranga e no Autódromo de Interlagos) e presenças inusitadas como a de Tony Tornado, Elke Maravilha, Monique Evans e até a funqueira Tati Quebra-Barraco na comemoração da primeira década da Cavalera, em 2004.
Como citado, muitos já assinaram os looks e sempre com um olhar diferente um do outro, mas a imagem urbana, jovial e despojada impera até hoje.
VERÃO 2011
Fez referência a uma festa de debutante, já que a Cavalera completou seus 15 anos. Vestidos brancos, paetês, acetinados, brilhos, tules e rendas marcaram presença.
INVERNO 2011
As poças d’água e as freqüentes chuvas em São Paulo foram representadas pelo cenário alagado.  Comprimentos encurtados nas leggings, vestidos e jeans, bermudas e casaquetos, usados com ótimos sneakers e botinhas de salto vírgula traduziram o look propício para um inverno chuvoso.



||


Somos os acadêmicos do curso de moda do Centro Universitário da Católica de Santa Catarina, localizado em Jaraguá do Sul. Postando trabalhos e informações, nosso objetivo é ir realmente além de roupas: discutiremos marcas, estilos, profissões e tudo o que envolve o mundo fashion.

aumenta o som


foto da vez


não se perca




stats

Visitas:
Online:

Arquivos